AVALIAÇÃO DA ESTRATÉGIA RUSSA PARA CONTRASTAR O TERRORISMO E A PROPAGANDA JIHADISTA NO NORTE DO CÁUCASO


Texto completo PDF | HTML

GIULIANO BIFOLCHI

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Departamento de História Tor Vergata da Universidade de Roma, Património Cultural, Educação e Sociedade (Itália). Associação de Estudos, Investigação e Internacionalização na Eurásia e África.

 

Resumo


O terrorismo, os ataques violentos e o islamismo político têm afetado o Norte do Cáucaso desde a desintegração da União Soviética. Se no passado o Emirado do Cáucaso era a principal organização terrorista da região desde 2014, o Estado islâmico ganhou popularidade e estabeleceu o Vilayat Kavkaz (província do Cáucaso) como parte do Califado, explorando a condição socioeconómica crítica local e promovendo a propaganda jihadista em língua russa (ou seja, a revista 'Istok') também graças à presença considerável de combatentes estrangeiros do Cáucaso do Norte entre as fileiras de Abu Bakr al-Baghdadi. Embora atualmente as forças da coligação internacional tenham derrotado principalmente o Estado islâmico na Síria e no Iraque, esta organização ainda compromete o Norte do Cáucaso, frequentemente identificado como a zona mais volátil e empobrecida da Federação Russa, caracterizada por conflitos étnicos, o aumento do salafismo, a estagnação e a corrupção. Este estudo visa salientar que o governo russo elaborou uma estratégia baseada principalmente em operações militares especiais e investimentos maciços no turismo e na logística que podem exacerbar ainda mais o precário status quo da região, favorecendo a difusão da propaganda jihadista porque não considera o contexto histórico, sociocultural, étnico e religioso. A região não está isenta da propaganda jihadista e do terrorismo e, se o governo russo não puder apoiar financeira e economicamente os líderes regionais ou não quiser mudar a sua abordagem, o terrorismo e o islamismo político poderiam influenciar de forma crítica o Cáucaso do Norte, colocando uma perigosa ameaça à estabilidade e segurança da Federação Russa e de toda a Eurásia.



Palavras chave


Norte do Cáucaso, Rússia, contra-terrorismo, segurança, Islão



Como citar este artigo


Bifolchi, Giuliano (2020). “Avaliação da estratégia russa para contrastar o terrorismo e a propaganda jihadista no Norte do Cáucaso”. In Janus.net, e-journal of international relations. Vol. 11, Nº 2 Consultado [online] em data da última consulta, DOI: https://doi.org/10.26619/1647-7251.11.2.2



Artigo recebido em Julho 20, 2019 e aceite para publicação em Fevereiro 26, 2020