Jara Cuadrado

 

Doutorada em Segurança Internacional pelo Instituto Universitário General Gutiérrez Mellado (IUGM) da Universidad Nacional de Educación a Distancia (UNED). Licenciada em História pela Universida de Valladolid (2011), Mestre em Paz, Segurança e Defesa pelo IUGM –UNED– (2013) e Mestre pelo Ensino Secundário pela Universida de Valladolid ( 2012). Em 2014, recebeu uma bolsa de estudo de doutoramento de quatro anos no IUGM. Durante esse período (2014-2018) foi parte do corpo docente do Mestrado em Paz, Segurança e Defesa. Atualmente, é professora do Programa de Doutorado em Segurança Internacional da UNED.

 

Foi visiting scholar no Instituto Português de Relações Internacionais –IPRI– (Universidade Nova de Lisboa) e na Escola de Estudos Orientais e Africanos –SOAS– (Universidade de Londres). Participou do projeto “Ações para Prevenir e Combater o Tráfico de Seres Humanos” durante uma pesquisa de campo em Gana. Em 2015, foi premiada pela Casa África (Ministério das Relações Exteriores de Espanha) por um ensaio sobre segurança africana.

 

Os seus interesses de investigação centram-se em os estudos de conflitos armados e violência política, segurança internacional, prevenção de conflitos e políticas de alerta precoce, particularmente na África. Em sua tese de doutorado, intitulada Los sistemas de alerta temprana en la prevención de conflictos armados. Un estudio comparado en África occidental (Os sistemas de alerta precoce na prevenção de conflitos armados. Um estudo comparativo na África Ocidental), desenvolveu um modelo de alerta precoce para detectar os fatores de risco presentes nos contextos da África Ocidental. Recentemente, especializou-se na análise de políticas para a prevenção da radicalização em mulheres, redes de tráfico humano e em estudos de caso sobre a prevenção do genocídio e da violação sistemática dos direitos humanos. 

 

Colabora com várias redes de pesquisa: Africaye, um grupo espanhol de especialistas na África Subsaariana; Childheroes, uma fundação dedicada à proteção e defesa dos direitos do menor, onde participa de um projeto de pesquisa sobre exploração sexual do menor em Serra Leoa; e a equipe de pesquisa formado por Territorios de la Memoria España, Territórios de la Mémoire de Lièje e a Universidad de Valladolid sobre memória, democracia, direitos humanos e transições políticas.

 

 

hotlink_Anuario
 

hotlink_eJournal